Áreas de Conservação

Representando 25% do território nacional, as áreas de conservação asseguram-nos o equilíbrio de ecossistemas essenciais para o desenvolvimento do ecoturismo em Moçambique. Entre as grandes atracções, podem observar-se a serra da Gorongosa, as cordilheiras dos Libombos, o Arquipélago de Bazaruto e o Arquipélago das Quirimbas, o Maciço de Chimanimane, e ainda 5.500 espécies de plantas, 220 espécies de mamíferos e 690 de aves, algumas das quais endémicas.

Esta maravilhosa diversidade motivou o Estado Moçambicano a criar o Sistema Nacional das Áreas de Conservação, de modo a promover a cooperação regional da gestão e o uso sustentável dos recursos naturais em áreas de elevado valor ecológico que um dia serão o amanhã de Moçambique.

Descubra mais sobre os Parques, Reservas e Áreas Transfronteiriças do Sistema Nacional das Áreas de Conservação. Basta um clique para saber mais sobre cada uma delas!

Parque Nacional

  • Banhine
  • Bazaruto
  • Gorongosa
  • Limpopo
  • Mágoè
  • Quirimbas
  • Zinave

Reserva Nacional

  • Chimanimani
  • Gilé
  • Marromeu
  • Niassa
  • Pomene
  • Ponta do Ouro
  • Reserva Especial do Maputo

Área Transfronteiriça

  • Grande Limpopo
  • Lubombo
  • Niassa-Selous
  • Zimoza