Caro(a) visitante,

Bem-vindo(a) à página da Administração Nacional das Áreas de Conservação—ANAC.

É com bastante satisfação que assinalamos o início de uma nova etapa na comunicação com o público.

Com uma apresentação amigável, a página pretende aprofundar o espaço de partilha de informação entre a ANAC, Parceiros e Sociedade em geral, num processo que seja interactivo e célere.

Nesta plataforma, colocamos à sua disposição informações diversas sobre as áreas de conservação e fauna bravia, bem como os documentos que orientam as nossas acções. Colocamos infinitas possibilidades de navegar pela conservação do país, incluindo ligações para se chegar a outras instituições nacionais congéneres.

Para quem gosta de fazer turismo encontrará na página caminhos e razões que o levem a viver aventuras em locais naturais, conservados e deslumbrantes.

O nosso desejo é contribuir para o aumento da consciência ambiental, particularmente da conservação da biodiversidade e massificação do conhecimento sobre a importância dos recursos naturais necessários para o nosso desenvolvimento socio-económico e sustentável.

Esta página é um meio para que cada um de nós contribua para a conservação dos ecossistemas, em prol de um futuro brilhante para as próximas gerações.

Somos a ANAC, celebrando a vida selvagem!

Maputo, 20 de Julho de 2018

Mateus Mutemba, Director Geral ANAC

Fundada em 2011, a Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC) é uma instituição do Estado responsável pela conservação da biodiversidade e o desenvolvimento sustentável do ecoturismo no país. A planificação, coordenação e execução de actividades nas áreas de conservação, em parceria com outras organizações e comunidades locais, são as suas principais funções. As áreas de conservação, administradas pela ANAC, ocupam cerca de 25% do território nacional, incluindo 7 Parques e 7 Reservas Nacionais, e ainda 70 áreas de caça desportiva divididas em 20 coutadas oficiais, 9 blocos de caça, 13 programas comunitários e 31 fazendas de bravio.

Missão

Organizar e desenvolver o Sistema Nacional das Áreas de Conservação e assegurar o uso sustentável e participativo da biodiversidade.

Visão

Ser a entidade nacional de referência para a Gestão da Biodiversidade e desenvolvimento sustentável das áreas de conservação.

Serviços e Departamentos

Fiscalização e Protecção

Departamento de Fiscalização

Departamento de Inteligência e Investigação

Conservação e Desenvolvimento Comunitário

Departamento de Gestão de Recursos Naturais

Departamento de Desenvolvimento Comunitário

Planificação Cooperação e Estudos

Departamento de Planificação e Monitoria

Departamento de Cooperação e Estudos

Turismo e Utilização Sustentável

Departamento de Turismo e Licenciamento

Departamento de Comunicação e Marketing

Recursos Humanos

Departamento de Administração e Gestão de Pessoal

Departamento de Formação

Administração e Finanças

Departamento de Contabilidade e Finanças

Departamento de Administração e Património

Departamento Jurídico

Departamento de Aquisições
Órgãos de Apoio

Secretária-Geral

Secretária Executiva

Unidade da CITES